18 Mayo, 2017

As duas sementes da Associação

Jeorge, atual Presidente da Associação Rodas da Liberdade, recebeu em 1993 uma cadeira de rodas vinda da Suíça de qualidade e adequada na sua situação física. Com uma melhor locomoção, ele pode buscar novos interesses, tornando-se ator de teatro e depois escritor de contos (foi aluno de Raimundo Carreiro). Depois ele se formou na Faculdade AESO Barros Melo, cursando bacharelado em Cinema de Animação. Atualmente, ele trabalha como professor em grafismo e animação na Kabun e desenvolve trabalhos em um Studio de animação. Esse ano 2015, Jeorge ganhou um financiamento para realizar seu primeiro curto metragem e mostrar ao público sua sensibilidade e sabedoria adquirida ao longo da sua jornada da relativa deficiência.

José, poliomielite e morador de um engenho perto de Ipojuca se arrastava no chão e achava que o mundo se limitava àqueles campos de cana ao seu redor. Ele recebeu uma cadeira de rodas vinda da Suíça e com isso seu horizonte foi ampliado.
Ele, que nunca havia visto o mar, chorou no seu primeiro encontro com a beleza do mar de Porto de Galinhas e perguntou pelas paredes que seguravam tanta água.
Quando ele foi para Recife a primeira vez (50 km do seu domicilio), na volta, ele contou inocentemente ”não sabia que o mundo era tão grande e que tinha tanta gente! ”
Depois ele foi morar num Centro com pessoas com deficiência e José se tornou 8 vezes vice-campeão brasileiro de natação e 5 vezes campeão brasileiro de basquete adaptado, se tornou também um dos pilares da seleção brasileira. Por meio dessas atividades esportivas, José viajou no Brasil todo e em inúmeros países. A mais das suas competências esportivas, ele trabalha numa fábrica de cadeira de rodas, dirigi e criou uma família linda.