9 Febrero, 2017

Recursos humanos e financeiros

A Rodas da Liberdade está aqui para propor e buscar soluções no sentido de construirmos um Ambiente Universal que Contemple a Todos, lembrando que a deficiência é só uma forma de ver a vida!

Na Suíça

Na Suíça, a Associação se beneficia de pessoas voluntárias que ficam ativas apesar da distância geográfica, e que participam e apoiam procurando meios e condições financeiras para subsidiar as atividades da Associação, ligadas principalmente a doações de cadeiras de rodas para as crianças e adolescentes. A Associação tem mais ou menos 200 membros que cotizam anualmente e organiza alguns eventos para arrecadar finanças.

 

No Brasil

A pessoa central é Michel Eric Peneveyre, tetraplégico, que conhece perfeitamente o sujeito e pode assim, junto com algmas pessoas especializadas, levar todos os conselhos necessários ligados a acessibilidade, aos processos de reabilitação e integração das pessoas com deficência na sociedade.
Ele é cercado de um motorista profissional e principalmente de pessoas voluntárias que participam ativamente desde vários anos, quer seja para a montagem e a regulagem das cadeiras, para os tratamentos, doações, eventos e pela administração. Apesar de uma equipe voluntaria precisamos estruturar uma equipe de profissionais a fim de fortalecer o desenvolvimento das atividades e dos projetos da Associação.
Sempre tivemos um excelente apoio financeiro da Suíça, mas por causa da situação critica da economia na Europa e do desenvolvimento crescente da economia no Brasil, é de alta importância começar a encontrar Colaboradores aqui no Brasil a fim poder dar continuidade as nossas atividades.

Após 19 anos de atividades, a Associação Rodas da Liberdade é reconhecida pela população local tendo uma certa notoriedade pelo trabalho que vem realizando nestes anos todos. Podemos constatar que ao longo destes anos, o trabalho esta crescendo e precisamos estruturar a organização destas atividades de forma mais apropriada e mais profissional. Precisamos continuar o trabalho voluntario juntando alguns profissionais. Ela recebe sempre mais pedido de ajuda da parte das pessoas com deficiência. O trabalho de seleção e visitas a essas pessoas, está se tornando cada vez mais intenso e precisamos desenvolver novos contatos para adquirir mais colaboradores e patrocinadores .